...
Beatriz Brito do Rêgo

Bacharela em Engenharia de Software (2015) pela Universidade Federal do Ceará. Tem experiência na área de Ciência da Computação e Mestrado em Ciência da Computação (2018), com ênfase em Interação Humano-Computador, pela Universidade Federal da Bahia (UFBA). Fui professora substituta no Departamento de Ciências Computacionais (DCC) da Universidade Federal da Bahia (UFBA) de 2019 ao primeiro semestre de 2020. Atualmente doutoranda em Ciência da Computação pela Universidade Federal da Bahia. Atuando como colaboradora do Grupo de Pesquisa e Extensão Onda Digital (UFBA) e pesquisadora do SPIDeLab (Semio-Participatory Interaction Design Research Laboratory), laboratório de pesquisa, desenvolvimento e inovação voltado à concepção de processos de design de tecnologias computacionais interativas para educação. Atua principalmente nos seguintes temas: Interação Humano-Computador , Design de Interação, Cultura, Semiótica, Design Participativo, Computação & Educação. Atualmente bolsista da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES).

...
Daniel Domingos Alves

Professor do Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT) - Campus Rondonópolis. Doutorando em Ciência da Computação pelo PGCOMP/UFBA. Mestre em Ciência da Computação pela Faculdade de Computação da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS). Membro do Grupo de Pesquisa e Extensão em Informática, Educação e Sociedade - Onda Digital da UFBA e pesquisador do Semio-Participatory Interaction Design Research Laboratory (SPIDeLab) da UFBA. Seus interesses de pesquisa incluem integração de Interação Humano-Computador (IHC) com Engenharia de Software; design de interação no desenvolvimento distribuído de software; design participativo; design para todos; acessibilidade em software. 
 

...
Diego Zabot

Mestre em Ciência da Computação, na área de Interação Humano-Computador (IHC), pela Universidade Federal da Bahia (UFBA, 2019), com bolsa da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes); graduado em Teorias e Técnicas da Interculturalidade pela Universidade de Trieste, na Itália (2008). Atua como professor de informática em diferentes institutos e escolas da Itália. No Brasil atua como pesquisador do Grupo de Pesquisa e Extensão em Informática, Educação e Sociedade – Onda Digital (UFBA), em que participa do projeto OndaNasFerias, ministrando aulas de programação web e de iniciação à programação de computadores e de games com uso de software livre. Atua como pesquisador/formador no Projeto Raciocínio Computacional na Prática, voltado à formação de professores e estudantes para desenvolvimento de práticas didáticas disciplinares e interdisciplinares para desenvolvimento da criatividade, da logicidade e da criticidade por meio do Raciocínio Computacional integrado às competências gerais e específicas da BNCC. É pesquisador do SPIDeLab (Semio-Participatory Interaction Design Research Laboratory), laboratório de pesquisa, desenvolvimento e inovação voltado à concepção de processos de design de tecnologias computacionais interativas para educação. Também é autor de três livros nas áreas de ficção, programação e jogos digitais. Tem experiência nas seguintes áreas/temas: IHC, acessibilidade, design e programação de jogos digitais, raciocínio computacional, programação web, desenvolvimento de aplicativos, editoria digital e design de jogos analógicos.

...
Filipe Adeodato Garrido

Doutorando em Ciência da Computação pela Universidade Federal da Bahia, mestre em Ciência da Computação (2018) pela mesma instituição. Possui especialização em Qualidade e Governança de Tecnologia da Informação pela Faculdade Ruy Barbosa (2016) e graduação em Análise de Sistemas pela Universidade do Estado da Bahia (2013). Exerceu a atividade de professor substituto no IHAC/UFBA entre os anos de 2018 e 2020 nos cursos de Bacharelado Interdisciplinar. Atua pesquisando principalmente nos temas: Interação Humano-Computador, Design de Interação, Design Participativo, Computação & Educação, Engenharia de Software. Membro do SPIDeLab (Semio-Participatory Interaction Design Research Laboratory), laboratório de pesquisa, desenvolvimento e inovação voltado à concepção de processos de design de tecnologias computacionais interativas para educação. Atualmente é bolsista da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES).

...
Jean Rosa

Doutorando em Ciência da Computação pelo PGCOMP/UFBA, com período sanduíche no Madeira Interactive Technologies Institute (M-ITI - Portugal), e Mestre em Ciência da Computação pela mesma instituição. Atua principalmente nos seguintes temas: Interação Humano-Computador (IHC), Design de Interação, Cultura e IHC, Semiótica & IHC, Design Participativo, Computação & Educação. Tecnólogo em Sistemas para Internet (2014.1/UNIT), experiente em desenvolvimento de software web em .NET e SQLServer.

...
Valéria Argôlo Rosa de Queiroz

Professora Assistente da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), Campus de Jequié (BA). Possui Mestrado em Ciência da Computação pela Universidade Federal de Pernambuco (2003). Doutoranda em Ciência da Computação, pelo Programa de Pós-graduação em Ciência da Computação (PGCOMP) da Universidade Federal da Bahia - UFBA. Colaboradora do Grupo de Pesquisa e Extensão Onda Digital (UFBA) e pesquisadora do SPIDeLab (Semio-Participatory Interaction Design Research Laboratory), laboratório de pesquisa, desenvolvimento e inovação voltado à concepção de processos de design de tecnologias computacionais interativas para educação. Atua principalmente nos seguintes temas: Interação Humano-Computador (IHC), Design de interação, Design Participativo, Codesing de Interação, Inclusão Digital para Idosos, Informática Aplicada a Saúde e Educação.